Hankook iFlex Airless Tyre

Hankook iFlex Airless Tyre

hankook-iflex.jpg

 

Bom para começarmos, quais são as duas das maiores dores de cabeça que alguém pode ter quando se trata de condução? O primeiro teria que ser uma avaria do carro, e outra, um pneu furado. Embora ambos iriam deixá-lo imobilizado, o primeiro pode ser inevitável, mas o último, no entanto, podia ver uma lacuna revolucionária em ponte, ou um ‘furo’ selado para sempre.

A empresa coreana fabricante de pneus Hankook pode nos deixar mais perto dessa realidade. A Hankook iFlex é o mais recente pneu não-pneumático da empresa (TNP), que poderia muito bem ver a produção em massa em breve.

Saiba Mais

Luzes

luz


 

 

O bom funcionamento das luzes é fundamental em um veículo e pode evitar situações de perigo. E não só os faróis. Saiba Mais

Cinto de segurança

dicas-cinto_de_seguranca

 

Peça fundamental para a segurança do motorista e dos passageiros e de uso obrigatório por lei. Verifique sempre se os engates e os pontos de fixação da peça estão bem conservados e presos. Saiba Mais

Dicas – Pneus novos e meia vida

pneus

Uma dica super útil na hora de decidir sobre os pneus do carro. Vídeo do programa G1 que nos explica tudo o que precisamos saber na hora de escolher qual posição usar os pneus. Vale a pena conferir.

Saiba Mais

Euro 5 Arla

Legislação

Existem diferentes padrões de emissões veiculares no mundo, que por sua vez estabelecem limites específicos para a emissão de NOx.  Os padrões mais rigorosos exigem a utilização do sistema SCR e do ARLA 32. Normalmente, os principais poluentes focados pelas legislações de emissões veiculares são:  os Óxidos de Nitrogênio (NOx), Material Particulado (PM), Monóxido de Carbono (CO) e Hidrocarbonetos (HC).

Na Europa, o primeiro desses padrões, o Euro 0, entrou em vigor em 1990, com limites de NOx de 14,4 e de PM de 1,1, ambos mesurados em g/kWh. O padrão Euro III, de 2001, reduziu esses limites para 5 e 0,1, respectivamente. A utilização do ARLA 32 veio com a introdução dos padrões Euro IV, V e VI. Os componentes regulados são o NOx, o material particulado (PM), os hidrocarbonetos (HC) e o monóxido de carbono (CO). O Euro IV foi implementado de Out. de 2005 a Out. de 2006 e as datas de implementação do Euro V forma de Out. de 2008 a Out. de 2009. O limite de emissões para NOx é de 3,5 g/kWh no Euro IV e 2,0 g/kWh no Euro V. O padrão Euro VI será implementado de  2013-14 e terá um limite de NOx de 0,4 g/kWh.

 

 

Saiba Mais